terça-feira, 13 de dezembro de 2016

A DIFERENÇA ENTRE A EDUCAÇÃO NO BRASIL E NO MUNDO.


Fonte: Revista Veja
"Educação também é ciência" diz Andreas Schleicher

Por que o Brasil aparece sempre entre os últimos no Pisa?

Há uma tendência no país a arranjar álibis para não agir. Outras nações tão ou mais pobres e populosas conseguiram dar uma guinada no ensino quando tornaram o assunto uma questão prioritária e fizeram sua lição, sem resistência a mudar e sem o afã de inventar a roda. Olhe a China: o país nunca usou suas dimensões e precariedades como desculpa para estagnar. Ao contrário. Os chineses buscaram o topo com uma obsessão exemplar. Mesmo as melhores escolas brasileiras precisam correr para chegar lá.

Nem as melhores escolas brasileiras são boas?

Na comparação internacional, são apenas medianas. Os alunos brasileiros que estão entre os 10% melhores têm desempenho semelhante ao do grupo dos 10% piores de Xangai (província chinesa que está entre os primeiros no ranking do Pisa).

Mas é possível comparar um país inteiro com uma província?

Com mais de 20 milhões de habitantes, Xangai tem relevo estatístico. Nesta última edição foi avaliada em conjunto com outras três províncias chinesas.

Dinheiro é determinante na busca da excelência?

Cálculos mostram que dinheiro explica cerca de 20% do resultado na educação. A riqueza, portanto, não é determinante. Sucesso escolar é muito mais resultado de sociedades que incentivam o estudo e aplicam bem as verbas que têm. A Coreia do Sul é um país que fez uma revolução sem gastar fortunas.

E como a Coreia conseguiu?

Investindo tudo no professor, ainda que para isso tenha enchido a sala de aula de alunos para reduzir custos. Embora muita gente torça o nariz para classes lotadas, a performance coreana mostra que a opção é correta. Tanto a Coreia como outros países que vão bem no ranking encaram o ensino como algo central para sua evolução. É nesse caldo favorável que a qualidade germina. E não é só o Estado que deve se mover. Ensino de alto nível é produto de esforço coletivo, de toda a sociedade. No Pisa, perguntamos aos estudantes o que eles acham que faz alguém ser bom em matemática. A maioria dos brasileiros atribui o sucesso na matéria a talento puro e simples, a um dom natural. Já os asiáticos enfatizam esforço e trabalho árduo. Vale a pena prestar atenção neles.

Claramente, o Brasil não tem uma sociedade que se envolva por inteiro no projeto de uma boa educação. Como se pode reverter isso?

Divulgar os resultados é um passo decisivo. Vejo em minhas andanças certa falta de percepção das pessoas sobre a realidade das escolas de seu país. Elas precisam saber o que está acontecendo para se sentir impingidas a cobrar e finalmente participar, sem terceirizar responsabilidades nem lançar a culpa do fracasso nos outros.

O Enem, passaporte para as universidades brasileiras, exige que o aluno domine um enorme volume de matérias. Isso é bom?

A experiência mundial mostra que conteúdo em excesso é sinônimo de aprendizado superficial. Comparei o currículo de matemática de vários países. O brasileiro é o triplo do de Singapura; só que eles estão no topo e o Brasil, entre os últimos. A era do ensino enciclopédico acabou. Ater-se aos conceitos essenciais e às ferramentas que permitem ao aluno raciocinar melhor é a palavra de ordem de hoje. Imagine que essa garotada vai esbarrar com problemas que nem sequer existem ainda.

Nos próximos meses, será divulgado o primeiro currículo nacional brasileiro. O que não pode deixar de estar lá?

Os bons currículos modernos baseiam-se em três pilares: rigor absoluto em relação ao conhecimento; organização dos conteúdos em uma progressão lógica; e, de novo, menos assuntos com mais profundidade.

Onde falta objetividade?

Pedagogia é terreno fértil para crenças e ideologias de topo tipo, algo que deve ser evitado. Educação também é ciência.
------------------------------------------------------------------
. O Brasil está estagnado no – mau – ensino

Na corrida global pela excelência, encabeçada por estudantes de Singapura, os brasileiros continuam entre os últimos. http://migre.me/vIv48

. Ninguém segura Singapura

O que que o país número 1 no ranking mundial do ensino tem. http://migre.me/vIv3l
------------------------------------------------------------------
OS BOLSONAROS E AS ESCOLAS LIVRES DO COMUNISMO. http://migre.me/vIw8h
------------------------------------------------------------------
ACOMPANHE O TRABALHO DO VEREADOR CARIOCA CARLOS BOLSONARO NAS REDES SOCIAIS:

- FACEBOOK (FANPAGE): Carlos Bolsonaro
- TWITTER: @CarlosBolsonaro
- INSTAGRAM: @carlosbolsonaro
- SNAPCHAT: Carlos Bolsonaro
- SITE: www.carlosbolsonaro.com.br

5 comentários:

  1. Deputado Bolsonaro, espero um dia ter a maravilhosa oportunidade de conhecer vossa excelência para ter uma aula do que realmente foi a ditadura Militar! Sonho um dia poder ouvir dessa família ,que porta o impactante nome "Bolsonaro", o que é ser um DIREITA de fato. Mandarei e mails e mensagens incansavelmente até que este meu sonho seja realizado !
    Me chamo Fabio, tenho 18 anos e sou #BolsonaroNaVeia!
    Receber um e mail de sua autoria ja seria o suficiente pra mim !
    fabio.santos_pereira@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Bolsonaro como você gosta de militarismo assim como eu, recomendo acompanhar esse canal do youtube, "Hoje no Mundo Militar" https://www.youtube.com/channel/UCxDFRhF3Y1A_Gd0-cF8gbqQ hoje ele postou esse video que é muito importante para o Brasil https://www.youtube.com/watch?v=EQI7w-s_S0I

    ResponderExcluir
  3. Deputado Bolsonaro, o seu Pai deveria se candidatar a Governador do Rio, pois ele dando conta da corrupçao no Rio de Janeiro principalmente da PMERJ ai sim eu acreditaria que ele estaria preparado para ser nosso futuro Presidente da Republica.

    ResponderExcluir
  4. Deputado Bolsonaro, o seu Pai deveria se candidatar a Governador do Rio, pois ele dando conta da corrupçao no Rio de Janeiro principalmente da PMERJ ai sim eu acreditaria que ele estaria preparado para ser nosso futuro Presidente da Republica.

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde parabens pela iniciativa! A educação no brasil é baseada por numeros! E sabemos mais que niguem que papel aceita qualquer coisa! Os alunos hoje em dia tem mais poderes do que deveres! Um aluno vai mal na escola o culpado é o professor, e nao o auluno que nao quer nada com nada!
    Precisamos de uma reforma educacional urgente! #bolsonaro2018

    ResponderExcluir