quarta-feira, 17 de julho de 2013

BOLSONARO ENTRA NA JUSTIÇA CONTRA MÉDICOS CUBANOS E OBRIGATORIEDADE DE MÉDICOS BRASILEIROS DE SERVIREM EXCLUSIVAMENTE AO S.U.S. DURANTE ANOS PARA OBTENÇÃO DE DIPLOMA, MESMO APÓS TÉRMINO DE SUA FORMAÇÃO ACADÊMICA.

Clique na imagem para ampliar.

O deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ), entrou com mandado de segurança 3224, CONTRA a Medida Provisória 621/13, cujas principais ideias são: 

< Importa médicos cubanos e brasileiros formados no exterior sob o apontamento do MST e partidos socialistas, podendo os estrangeiros trazerem todos seus familiares ou parentes para concorrem também no nosso mercado interno de trabalho; 

< Condiciona a formação de qualquer médico brasileiro, independentemente de sua área de atuação, a servir exclusivamente ao Sistema Único de Saúde, durante período mínimo de dois anos, a contar da data de sua formação acadêmica normal. 

Conclui-se que após sua formação na faculdade que dura no mínimo 6 anos, este cidadão só receberá o diploma se trabalhar no mínimo por mais dois anos (podendo ser mais) dedicando sua “profissão” exclusivamente ao SUS, sendo enviados para os lugares mais longincuos do país de acordo com a necessidade de quantitativo de médicos estipulados pelo governo em cada região. Desobedecendo esta regra, o cidadão brasileiro não receberá seu diploma de médico. 

O mandado de segurança 3224 de Bolsonaro visa anular o efeito da Medida Provisória 621/13, pois é claro no texto da proposta do governo, que tais regras somente valerão a partir de 2015, não sendo necessário o envio de MP cuja confecção só possui validade para matérias em caráter emergenciais. 

Obedecendo a Constituição, o Governo Federal não deveria atropelar o Congresso Nacional, e mais uma vez legislar e novamente em causa própria. 

Proposta que tenha validade para 2015 tem que obrigatória e respeitosamente obedecer a independência entre os poderes Executivo e Legislativo, sendo apresentada mediante projeto de lei, a ser analisado e debatido por todas as comissões e audiências públicas necessárias, para que um quadro satisfatório seja formado ao serem ouvidos todos os setores da sociedade. 

.CONTRA A DOUTRINAÇÃO CUBANO-PETISTA NO BRASIL. 
.EM FAVOR DOS MÉDICOS E DOS CIDADÃOS BRASILEIROS. 
.BRASIL ACIMA DE TUDO!

32 comentários:

  1. Ainda bem que temos parlamentares velando pelo Brasil. Parabéns Deputado Jair Bolsonaro. Brasil Acima de Tudo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  2. O governo federal sinalizou intenção de franquear os direitos profissionais exclusivos dos médicos com outras profissões. O veto da presidente Dilma ao Ato Médico elaborado pelo Senado tem o objetivo de retirar dos médicos o direito de exclusividade sobre ações próprias destes profissionais. Segundo o governo a carência de médicos em áreas mais remotas faz com que profissionais de outras áreas tenham que fazer o papel dos médicos.

    Mas a não restrição pode gerar problemas ao atendimento de saúde. Deste modo um paciente poderá ocasionalmente receber em uma internação hospitalar não apenas um diagnóstico por profissional. E poderá também receber tratamento para as duas doenças em questão. O médico pode optar por tratar uma crise de diverticulite enquanto o enfermeiro poderá tratar de uma cólica biliar. O paciente poderá sair com os dois tratamentos , se sair, do hospital.

    Com isso o governo também espera não precisar mais de médicos no interior pois os enfermeiros preencherão as vagas destes profissionais para tratar as doenças dos brasileiros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vamos derrubar os vetos da DILMA e parar com este desrespeito a classe médica!!isso é invasão de nossa atribuição!!a enfermagem tem as suas peculiaridades portanto,médico não pode ser substituído!!BARRAR OS VETOS DA DILMA JÁ!!!

      Excluir
  3. O curso de Medicina é de 6 (seis) anos, e o aluno recebe o diploma de graduação após cursar o 6º ano em hospital escola (Internato) no qual o aluno aprendeu a praticar, durante toda a sua graduação a lidar com a doença ensinada na teoria em sala de aula; sendo que os pacientes deste hospital (ou dos Centros de Saúde que também se prestam à prática do curso) são pacientes do SUS (Rede Básica de Saúde!), de maneira que, a bem da verdade, o graduando juntamente com seus professores são os que tocam a Medicina praticada na Rede Básica. Após os seis anos, o recém formado deve prestar nova prova (um vestibular mais apertado, pela qualidade das questões e volume de candidatos) para fazer a Residência Médica que dura de 2 a 4 anos. Esse serviço será também prestado junto a pacientes do SUS! Equivale dizer que tanto os alunos de faculdades particulares quanto os de faculdades federais e estaduais, são os que já tocam a Saúde desse país desde o princípio de sua formação acadêmica, e de graça! Depois desse período de Residência Médica atendemos nos Hospitais do interior, e Santas Casas, ganhando do SUS apenas o procedimento equivalente ao atendimento do paciente, e com alguns meses de atraso. E valor extremamente aviltado (tabela SUS!). O médico acaba sendo responsável pelo convênio SUS do Hospital em troca do atendimento particular que o médico levará para o hospital. Não há vínculo empregatício de Santas Casas com seu corpo clínico nem honorários por essa prestação de serviço, se é q se pode chamar assim. E a governanta desse país ainda quer aumentar esse tempo de formação esquecendo-se disso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bem, Doutora. Ótimos argumentos.

      Excluir
    2. PELO QUE OUVI DA PRESIDANTA, O SALARIO PARA MÉDICOS CUBANOS É DE 10 MIL REAIS, MAIS ALOJAMENTOS E PIRIRI PORORO. OS MEDICOS BRASILEIROS GANHAM ISSO TB?????

      Excluir
  4. Parlamenta sério! Viu que é um golpe do PT para trazer comunistas para o Brasil. Não vai melhorar em nada a saúde, inclusive podendo piorar ainda mais! Apoiado!

    ResponderExcluir
  5. Queremos mais desses na política ! conte com o meu voto e da minha família !

    ResponderExcluir
  6. Que tal Bolsonaro pra presidente em 2014?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não votaria nele, embora concorde com o tema, acho uma pessoa extremamente preconceituosa.

      Excluir
  7. Caro Bolsonaro, com esta proposta você estaria dando como solução uma proposta igual a do PT e isso é perigoso.
    O Rodrigo Constantino esclarece muito bem esta questão:
    Não devemos defender estes ou aqueles, mas princípios. A liberdade neste caso é fundamental.

    http://rodrigoconstantino.blogspot.com.br/2013/07/os-medicos-nao-sao-nossos-escravos.html



    Abraços,

    Gerhard Erich Boehme

    ResponderExcluir
  8. Alguém tem que fazer alguma coisa e ninguém tem coragem. Parabéns deputado.

    ResponderExcluir
  9. Deputado que outra vez privilegia classes e fode o povo.

    ResponderExcluir
  10. So tenho a dizer...obrigada...palavra simples, mas que significa tudo o que vai nos nossos corações.
    Voces conhecem as leis e seus meandros...muito apropriadamente voce externou que nao é matéria de urgência que precise de MP.
    Angelina Soares Franca

    ResponderExcluir
  11. O problema da Saúde no Brasil é crônica.
    Se não existe problemas de falta de médicos, basta agora com o programa Mais Médicos, o CRM organizar e enviar médicos pra aonde esta faltando.
    Digo mais, alguém viu o como esta o Cadastro.
    São quase 12 mil inscritos, dos quais mais de 9 mil são Brasileiros, e quando eu vi: 915 inscrições de estrangeiros.
    Eu penso que o problema da Saúde do Brasil, é crônico.
    Agora a Formação da Medicina no Brasil precisar mudar, não é atoa que ocupamos o final da lista da qualidade médica quer seja privado ou público do Brasil.
    Culpa das escolas em lugares errados, elitizado a classe médica....e por ai vai.
    Vai demorar tempo, pra entender que país desenvolvido precisa de: Educação e saúde.

    Concluindo:
    Sou contra o Ato médico.
    Sou a favor do Projeto Mais Médico, inicialmente com médicos Brasileiros e depois com estrangeiros.
    Sou a Favor do Revalida pra todos: Brasileiros e Estrangeiros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o ensino no brasil está péssimo, e estudar medicina no brasil não é pra qualquer um, muito dificil

      Excluir
  12. Só uma pergunta, mineiro: quando VOCÊ ou alguém de sua família adoecer, irão se tratar com um médico ou com um não médico? Com um brasileiro ou com um estrangeiro (de preferência Cubano)? Suas ideias servem apenas para os economicamente frágeis ou para todos, inclusive você e seus entes queridos? Meus parabéns, Deputado!!!

    ResponderExcluir
  13. OU ESTA PRESIDENTE TEM ALGUM PROBLEMA MENTAL OU PENSA QUE TODOS SÃO IGNORANTES O QUE FALTA NAO É MEDICO E SIM CONDIÇOES DE TRABALHO E ETICA NA PROFISSAO.

    ResponderExcluir
  14. Parabéns Deputado, enfim um pouco de lucidez em meio as essas medidas desesperadas e autoritárias que a união Dilma e Padilha estão impondo a população, que ao invés de oferecerem um atendimento digno, de qualidade, em local com condições adequadas para a população estão querendo forçar estudantes a atender sem o minimo de dignidade! Não adianta enfiar o estudante com seu esteto e aparelho de pressão num lugar que falta luz, não tem higiene, não tem condições de realizar exames, ACORDA BRASIL, Saúde não se faz só com a figura do profissional médico não, precisa de remédio, de estrutura, de dignidade para a população!

    ResponderExcluir
  15. Parabéns Deputado. Sou médico e estou cansado de ser afrontado por este desgoverno e por esta população de fantoches ignóbeis.
    Obrigado

    Eduardo

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. Família Bolsonaro,
    a pouco conheci esse blog e só agora posso expor meus pensamentos. Os senhores sempre estiveram na mídia em assuntos "polêmicos", no entanto, no meu interior sempre desejei que alguém fizesse justamente o que os senhores fazem. Não consigo observar dolo em suas colocações, pelo contrário, só observo o lógico, porem me parece que de fato vivemos em sociedade com valores invertidos. Assim, manifesto aqui, rapidamente, meu agradecimento aos senhores de certo que sempre terão meu apoio. Saibam que muitos, muitos pensam como os senhores. Obrigado , que Deus os abençoe sempre.
    Grande abraço.
    Lailton p. Monteiro Junior.
    Brasil !

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Nobre deputado, peço que verifique com seus próprios olhos a diferença no valor pago pelo SUS para a realização dessas 2 cirurgias:

    04.09.04.015-0 - ORQUIECTOMIA UNI OU BILATERAL C/ ESVAZIAMENTO GANGLIONAR
    http://sigtap.datasus.gov.br/tabela-unificada/app/sec/procedimento/exibir/0409040150/07/2013

    04.09.05.012-1 - REDESIGNAÇÃO SEXUAL - 1º TEMPO
    http://sigtap.datasus.gov.br/tabela-unificada/app/sec/procedimento/exibir/0409050121/07/2013

    A primeira cirurgia serve consiste na retirada dos 2 testículos e de todos os gânglios da virilha. Serve para o tratamento de câncer de testículos. Valor R$ 254,07

    A segunda cirurgia consiste na retirada dos 2 testículos e amputação do pênis. Serve para a mudança de sexo de transexuais. Valor R$ 1.288,28

    Esse é o SUS do Ministro Padilha. Esse é o SUS do PT.
    Salve-nos, por favor.

    ResponderExcluir